Check-up médico: Quando e Quais Exames fazer?

Médico não é aquele profissional que você visita apenas quando está doente. Pelo contrário. Para evitar doenças, ou ter algum problema mais sério, o check-up médico é algo que deve fazer parte da rotina. Para tirar todas as dúvidas sobre essa prática extremamente positiva, vamos ver quando e quais exames são importantes fazer.

Quando fazer o check-up médico?

Para adultos saudáveis, sem nenhum problema crônico ou sem histórico grave na família, o check-up é recomendado a cada dois anos. Mas, é claro que isso pode variar. O médico responsável pelo paciente pode estabelecer uma frequência um pouco maior, caso julgue necessário. Costumam ser avaliados pontos como a idade, o estado geral de saúde do paciente, seu histórico de doenças e o histórico da família.

Por exemplo, para pessoas com doenças crônicas mais graves como a hipertensão, a diabetes e o câncer essa frequência passa a ser a cada seis meses. Já em casos de pessoas que tem algum fator de risco para outras doenças, como a obesidade, o sedentarismo, o fumo e o colesterol elevado, essa frequência passa a ser geralmente de 1 ano.

Os exames mais comuns

No check-up, o médico provavelmente irá pedir uma série de exames. Ele não está necessariamente procurando nada de específico, mas como o tipo de consulta indica, solicita os que dão uma visão geral e mais ampla do estado do paciente. Alguns dos mais comuns, e os motivos para o seu pedido, são:

  • Pressão arterial: O exame detecta alterações na pressão e pode ser usado para diagnosticar a hipertensão;
  • Hemograma: O famoso exame de sangue, analisa a quantidade de glóbulos vermelhos e brancos, para determinar a presença de infecções;
  • Colesterol: Um complemento do exame de sangue que regula a quantidade de gordura no mesmo;
  • Glicemia: Idêntico ao de acima, só que com foco no açúcar;
  • Eletrocardiograma e Teste Ergométrico: Ajudam a determinar entupimentos nas artérias;
  • Ecocardiograma: O ultrassom do coração ajuda a determinar que o seu funcionamento e movimento está perfeito;
  • Mamografia: Importante especialmente para as mulheres, ajuda a fazer a detecção precoce de um possível câncer de mama;
  • Dosagem dos hormônios da tireoide: Marca as funções desses hormônios, que afetam todo o corpo.

Enquanto esses são os exames mais comuns, o médico pode pedir apenas alguma combinação deles, além de outros que não estejam incluídos na lista. Ele irá avaliar dependendo da idade e de outros fatores. Independente do que ele pedir, o importante é ouvir e retornar conforme a sua orientação.

A importância do check-up médico

Pela lista dos exames acima, e após entender porque eles são pedidos fica um pouco mais claro a importância do check-up médico. Diversas doenças tem um índice muito mais alto de cura quando são diagnosticados precocemente. O câncer de mama é um ótimo exemplo. O índice geral de cura é de 95%, se for diagnosticado cedo.

Além disso, o check-up também é uma forma de melhorar a qualidade de vida do paciente. Ele pode relatar todos os problemas que sofreu durante esse tempo. O médico pode avaliá-los e procurar alguma solução para melhorar a qualidade vida do paciente, ou tentar diagnosticar se esse sintoma indica algo mais grave.

De qualquer forma o check-up médico regular é um hábito muito positivo para a saúde e a qualidade de vida de qualquer pessoa. Portanto, não deixe de adquirir esse hábito.

Gostou? Aproveite e leia também: Hábitos para começar o ano de bem com a saúde!