Abril Marrom | Mês de combate à diversos tipos de cegueira!

O Abril Marrom é uma campanha que visa alertar as pessoas sobre a importância da prevenção da cegueira. A data ainda não é muito divulgada, mas pouco a pouco vem ganhando espaço no calendário de atividades sobre a saúde em diversas cidades.

Hoje, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, no Brasil há mais de 1,2 milhão de pessoas cegas. Porém, a maior parte dos casos, cerca de 80%, poderia ter sido evitada se o cuidado com a saúde dos olhos fizesse parte da rotina das pessoas.

O que é cegueira?

Além de orientar a população, o Abril Marrom quer levar mais informações sobre os problemas oculares. Então, por que não começar com uma pergunta simples: o que é cegueira?

Define-se como cegueira quando uma pessoa não consegue mais enxergar, mesmo se usar óculos ou lentes. Em alguns casos, a cegueira pode ser reversível.

O que causa a cegueira?

São vários problemas que podem levar a pessoa a perder a visão. Desde um trauma físico localizado até uma infecção ocular não tratada. Porém, no mundo todo, a catarata é a maior causadora da perda total da visão.

A boa notícia é que ela é tratável. Além desse exemplo, a cegueira também é reversível quando causada por:

  • Opacidade da córnea;
  • Descolamento de retina;
  • Tracoma.

Mesmo com muitas doenças podendo ser revertidas, há também cegueiras que não têm cura. São as resultantes de:

  • Degeneração Macular Relacionada à Idade;
  • Inflamação no nervo óptico;
  • Glaucoma avançado;
  • Ambliopia;
  • Retinopatia diabética avançada.

Além dessas causas, tumores e derrames também podem levar a pessoa à cegueira.

Prevenção

Desde criança é importante que se estabeleça o hábito de ir ao oftalmologista. Afinal, mesmo quando não se trata de um caso de cegueira, há muitas doenças no olho que podem ser tratadas ou controladas. Por isso é necessário consultar um especialista.

Além disso, qualquer alteração sentida na visão ou no olho é sinal de alerta. Coceira, dor, vermelhidão ou outro sintoma é suficiente para que um profissional seja procurado.

Assim como nas demais doenças, quanto antes forem diagnosticados e tratados os problemas que acometem a visão, maiores são as chances de obter um resultado positivo. Isso pode evitar casos de perda completa da visão.

Ao procurar o médico oftalmologista, ele fará diversas perguntas como:

  • Quais alterações está sentindo?
  • Há quanto tempo?
  • Tem alguma outra doença, como diabetes, por exemplo?
  • É acompanhado por um médico?
  • Faz uso contínuo de medicamentos?
  • Já teve alguma doença ocular?
  • Usa óculos? Há quanto tempo?

É necessário que todas as informações sejam passadas, para que o profissional possa oferecer um diagnóstico exato.

Outro ponto de importante é fazer o check-up anual, com o seu médico de confiança ou clínico geral. Os exames laboratoriais ajudam a diagnosticar problemas como diabetes, que é uma das doenças que pode levar à cegueira, quando não controlada e tratada.

Tratamento da cegueira

Como a perda da visão tem diversas causas, o tratamento varia muito. O médico pode prescrever desde colírios até procedimentos cirúrgicos. Vai depender da causa da cegueira e se ela é ou não reversível.

Contudo, é necessário que o paciente siga todas as orientações e horário. Só assim terá a chance de se recuperar.

Aproveite e leia também: Como escolher o protetor solar ideal para sua pele?