Quando procurar o neurologista?

Cefaleia ou dor de cabeça, distúrbios do sono, dificuldades do movimento (como tremores, tiques, mal de Parkinson) e alguns tipos de demência (como Alzheimer) estão entre as doenças mais comuns nos consultórios do Neurologista.

Saiba mais e fique atento aos principais sinais destas e outras doenças neurológicas, para não perder a chance de se consultar com um especialista e cuidar da saúde.

Do que cuidam o Neurologista e o Neurocirurgião

O sistema nervoso é formado não apenas pelo cérebro, mas também pela medula espinhal, raízes nervosas e nervos, além dos músculos. O neurologista é o médico responsável por manter, diagnosticar e tratar este sistema, estudando profundamente as doenças neurológicas, com grande conhecimento e experiência sobre medicamentos, interações medicamentosas e suas ações.

Já o neurocirurgião tem uma formação diferente, sendo responsável por tratar as doenças que acometem o sistema nervoso central e periférico (cérebro, nervos e coluna) através de cirurgias. Após esta intervenção, o tratamento pode prosseguir por meio de outros especialistas que tratam as doenças clinicamente, como neurologistas, reumatologista, endocrinologista, otorrinolaringologista, entre outros.

Conheça agora as doenças neurológicas mais comuns:

Aneurisma e Acidente Vascular Cerebral (AVC): aneurisma é uma área frágil na parede de um vaso sanguíneo, que provoca uma protuberância ou aumento do vaso. Já o AVC, popularmente chamado de derrame, pode ser isquêmico, quando um coágulo bloqueia o fluxo sanguíneo no cérebro, ou hemorrágico, causado pelo rompimento de um vaso sanguíneo que irriga o cérebro, como, por exemplo, o aneurisma.  Hipertensão, diabetes do tipo 2, colesterol alto, sobrepeso, obesidade, tabagismo, uso excessivo de álcool, idade avançada, sedentarismo e histórico familiar estão entre as principais causas.

Enxaqueca: é uma doença que pode ser completamente incapacitante em seus momentos de crise. Nas mulheres que usam anticoncepcional, a enxaqueca pode ainda elevar os riscos de AVC.

Esclerose múltipla: mesmo ainda sem cura, a esclerose múltipla pode ser controlada sob os cuidados do neurologista. O desafio é evitar as crises, pois são nelas que novos comprometimentos funcionais podem surgir.

Mal de Alzheimer: a perda da memória é um dos sintomas mais conhecidos da doença, que avança com o envelhecimento.

Mal de Parkinson: também relacionada ao envelhecimento, o mal de Parkinson é caracterizado pelo comprometimento motor, geralmente acompanhado por tremores. Esportes de impacto na cabeça, como boxe e MMA, também podem favorecer o surgimento da doença.

Meningite: inflamação das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal. Pode ser provocada por vírus ou bactéria, e a melhor forma de prevenção é a vacinação.

Miopatia: doença muscular que atinge a fibra do músculo causando fraqueza, câimbras, rigidez ou espamos.

Atenção Aos Sintomas Neurológicos

A Academia Brasileira de Neurologia alerta sobre os principais sintomas que exigem o acompanhamento de um neurologista.

  • Dificuldade de engolir;
  • Fraqueza de braços ou pernas, tremor, câimbra, formigamento, tontura ou  desequilíbrio;
  • Dores de cabeça;
  • Distúrbios da memória;
  • Anormalidades na visão (visão dupla, perda de campo visual);
  • Perdas de consciência e desmaio;
  • Dores musculares sem nenhuma causa aparente;
  • Dificuldades para andar;
  • Alterações na fala.
  • Sintomas que podem indicar meningite, como dor de cabeça, febre e rigidez de nuca;

A Associação Brasileira de Neurocirurgia classifica a especialidade em 18 grandes áreas em que a atividade do neurocirurgião se inter-relaciona com outras especialidades.

De modo geral, as doenças atendidas pela neurocirurgia podem ser divididas em:

• Neurocirurgia geral: hidrocefalia, tumores crânio-encefálicos, infecções

• Cirurgia de coluna: doenças degenerativas (artrose, hérnia de disco etc) e congênitas (desvios, escoliose etc)

• Neurovascular: aneurisma, AVC, malformações

• Neuro-oncologia: câncer, tumores

• Neurocirurgia pediátrica: hidrocefalia, mielomeningocele, epilepsia, cistos, malformações, etc

• Neurocirurgia funcional: epilepsia, dores crônicas, depressão, demências

• Nervos periféricos: traumatismos, plexopatia braquial, cervical, lombar e sacral, síndrome do desfiladeiro torácico, etc

Agende Sua Consulta

O Hospital Presidente possui a melhor equipe de Neurologia e Neurocirurgia da região. Agende uma consulta enviando um e-mail para: [email protected] ou telefone para 2261-6611 – Ramal 1085, com Camila.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *