fbpx

Protetor solar: mitos e verdades para te deixar pronto para o verão

Os ensolarados dias de verão são um convite para as atividades ao ar livre, à praia e à piscina. Mas é preciso cuidar da pele: o sol forte é um dos principais fatores evitáveis para o desenvolvimento de câncer de pele. Para ajudar você a se prevenir e aproveitar o verão, listamos aqui alguns mitos e verdades sobre o uso de protetor solar:

Protetor solar só é necessário para ir à praia ou piscina

MITO: as roupas de banho apenas aumentam a área corporal de exposição ao sol, mas é preciso cuidar da pele todos os dias, e não descuidar de algumas regiões quase sempre esquecidas, como pés e orelhas. Também não se pode esquecer a proteção nos dias nublados ou de chuva. Os raios UVA, que não “queimam” a pele, atravessam as nuvens e estão entre os maiores responsáveis pelo câncer de pele.

É preciso aplicar o protetor antes de sair de casa

VERDADE: o produto leva de 15 a 30 minutos para ser absorvido pela pele e alcançar seu efeito máximo.  Atenção também para a quantidade ideal. Não dá para economizar na hora de passar o protetor solar. A quantidade ideal depende do peso e altura da pessoa, mas para o rosto, por exemplo, a medida ideal é de aproximadamente uma colher de chá.

Não precisa reaplicar o protetor se você não entrou na água

MITO: a transpiração também reduz a proteção. Se você está ao ar livre é preciso reaplicar a cada 2 horas. No dia a dia você pode aumentar este intervalo para 4 horas. Mas, atenção: se a pele estiver molhada, a água pode diluir o produto e diminuir a proteção. Enxugue bem a pele antes da reaplicação.

Não precisa usar filtro solar se você evitar o sol

MITO: o uso de guarda-sol, chapéu e óculos escuros diminuem a exposição solar, mas não a evitam completamente. É preciso usar o protetor solar, sim.

Protetor solar com cor protege mais

VERDADE: os fotoprotetores com cor são também uma barreira física muito eficiente contra a luz visível, provenientes de fontes como celular, computador e iluminação predial, por exemplo. Contudo, os cosméticos com filtro solar, em geral, têm fatores de proteção muito baixos e não devem substituir o protetor solar.

Protetor solar bloqueia a absorção da Vitamina D

VERDADE: o protetor solar pode, sim, diminuir a absorção da vitamina D pela pele. Entretanto, é preciso ficar atento ao horário de exposição indicado para o banho de sol sem proteção – sempre antes das 10h da manhã. No restante do dia, o uso do filtro solar é indispensável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *