Atendimento humanizado: cuidados que fazem a diferença e ajudam na recuperação

atendimento humanizado

Ambiente agradável, recursos tecnológicos, infraestrutura completa. Todos estes itens impactam na humanização do atendimento hospitalar. Mas, são os profissionais e o acolhimento que fazem a grande diferença para os resultados na saúde do paciente

Neste texto, você vai aprender a reconhecer o atendimento humanizado no ambiente hospitalar e descobrir os seus benefícios no tratamento das doenças

A ameaça à saúde é sempre um momento de fragilidade física e emocional. Não importa se é resultado de um acidente, mal-estar ou diagnóstico de uma doença grave. Todos precisam de apoio para se recuperar. E essa recuperação pode ser acelerada quando o paciente recebe atendimento humanizado.

O tema é tão importante, que desde 2003, o Ministério da Saúde estabeleceu o Programa Nacional de Humanização Hospitalar – PNH. O programa define novas diretrizes de atendimento para os hospitais públicos. Mas, na prática, também norteia o atendimento da assistência privada.

O conceito

Humanização na saúde é um conceito que reúne práticas e recursos para ampliar o relacionamento entre profissionais e pacientes. Entender o sofrimento e ouvir as dúvidas e opiniões da pessoa doente são pontos-chave destas práticas. Significa tratar o indivíduo integralmente, além da enfermidade.

Parar e ouvir o paciente é um desafio para profissionais que estão, muitas vezes, sobrecarregados. O tempo é um só e precisa ser dispensado com critério entre todos. Por isso, o Hospital Presidente estabelece processos equilibrados de atendimento.  E apoia este atendimento em uma infraestrutura completa, com ambientes agradáveis e centro de diagnóstico e cirúrgico completos. Tudo para proporcionar aos pacientes a melhor experiência possível em seu pronto atendimento, nas consultas ambulatoriais ou nas internações.

Porque é tão importante

A empatia entre pacientes e profissionais de saúde estabelece vínculos fundamentais para aumentar a eficiência do tratamento. Quando adoecemos, buscamos não apenas o alívio dos sintomas, mas também conforto emocional. Esse sentimento se desdobra em confiabilidade, maior adesão e comprometimento com o tratamento indicado. O resultado é uma recuperação mais rápida.

Há outro ponto a se considerar no atendimento humanizado. As pessoas não são iguais. Por isso, o atendimento humanizado precisa ser também individualizado, conforme a necessidade de cada paciente.

Como reconhecer

Embora individual, a humanização do atendimento tem vários pontos em comum que permeiam a relação profissional e paciente.

Para saber se está recebendo o atendimento adequado, você deve observar as atitudes a seguir:

  • O atendimento é baseado na ética profissional
  • O tratamento é individualizado e considera não apenas os sintomas físicos, mas também emocionais.
  •  A empatia permeia todos os cuidados, assim como a atenção e o acolhimento
  • Você é ouvido atentamente e as questões humanas são consideradas,  assim como os sintomas
  • Há respeito à sua intimidade
  • A comunicação é eficiente e permite a troca de informações
  • O atendimento transmite segurança, confiança e apoio
  • A estrutura física do local de atendimento é adequada e dispõe de todos os recursos necessários para o conforto do paciente

O papel da família

O foco do atendimento deve ser sempre o paciente. No entanto, é preciso acolher e envolver também a família. Ter pais, filhos, esposa ou marido doentes traz insegurança e preocupações. Uma comunicação empática e eficiente para tirar dúvidas transmite segurança e conforto.

Toda a equipe do Hospital Presidente recebe treinamento e capacitação para oferecer um atendimento humanizado aos pacientes e seus familiares.


O Hospital Presidente fica na Avenida Nova Cantareira, 2398, próximo à estação de metrô Tucuruvi. O pronto atendimento funciona 24h e não é necessário agendamento. Para informações ligue para: (11) 2261.6611

Leia também:

Pronto Atendimento: Socorro imediato para salvar a vidas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *