fbpx

Isolamento social ainda é a melhor arma contra a Covid-19

isolamento social

O número de novos casos cresce a cada dia. Ainda não há previsão segura de queda na curva. Para enfrentar a pandemia, o Hospital Presidente criou unidade de isolamento, reforçou a desinfecção com luz ultravioleta e definiu novos protocolos de atendimento e proteção de equipes.

Neste texto, você vai encontrar novas orientações da Organização Mundial da Saúde para o uso de máscaras e novos sintomas. Há também informações sobre o avanço da doença no país.

O mapa da covid-19 no Brasil

O Brasil adotou o isolamento social precocemente. A adesão das pessoas permitiu que os governantes reforçassem a estrutura de atendimento médico no país. Foram criados hospitais de campanha e novos leitos de UTI nos estabelecimentos já existentes.

Mesmo assim, os números da doença no país só crescem. São Paulo é o Estado que registra mais casos de infectados e de óbitos, mas o vírus já se espalhou por todo o território nacional.

Especialistas afirmam que os números estão subdimensionados, porque o país ainda não começou a fazer testes em massa na população. Para ajudar as pessoas a fazer uma autoavaliação, o Ministério da Saúde criou um aplicativo. Além de orientar sobre os sintomas, a ferramenta envia notícias e informações sobre a pandemia.

A importância da máscara

O coronavírus covid-19 é altamente contagioso e recém-descoberto. Por isso, os cientistas ainda estão aprendendo como ele age. Recentemente, a Organização Mundial de Saúde mudou a orientação sobre o uso das máscaras para restringir a contaminação por pessoas assintomáticas.

Descartável ou de tecido, ela deve ser usada por todas as pessoas, sempre que saírem de casa, mesmo que seja só para dar uma voltinha no quarteirão ou passear com o cachorro.

Cuidados na hora de tirar a máscara

Se você tocar alguma superfície contaminada, a máscara também impede que você se contamine. É que, até inconscientemente, colocamos a mão na boca e a máscara funciona como uma proteção.

Para evitar que essa proteção se perca é preciso ter todo o cuidado na hora de tirar a máscara. Primeiro, lave as mãos com água e sabão ou as higienize com álcool em gel 70°. Remova a máscara pelos elásticos. Cuidado também na hora de descartar a máscara no lixo. Como ela pode estar contaminada, o recomendável é coloca-la em um saquinho plástico, para não se misturar aos demais produtos. Se for de tecido, lave com água quente e sabão em pó, esfregando bem. Seque ao sol e passe com o ferro bem quente.

Novos sintomas

Febre, cansaço e falta de ar foram os primeiros sintomas da covid-19. Agora, a Organização Mundial da Saúde divulgou novos sintomas. Eles foram identificados em pacientes de todo o mundo. Veja a seguir:

  • Calafrios
  • Arrepios
  • Dor muscular
  • Dor de cabeça
  • Dor de garganta
  • Perda de paladar
  • Perda de olfato

Quando buscar ajuda

A falta de ar é o principal sintoma de alerta. Se você se sentir mais cansado para fazer alguma atividade normal, como tomar banho, deve procurar ajuda imediatamente. Muitas pessoas conseguem se recuperar do vírus, mas é preciso receber apoio médico.

O Hospital Presidente criou um protocolo especial de atendimento à covid-19 para aumentar a segurança de todos os pacientes que procuram o seu Pronto Atendimento 24h.

Quem chega ao Pronto Atendimento com sinais e sintomas de doenças respiratórias virais é encaminhado diretamente aos leitos da unidade de observação. É uma área isolada, para evitar que esses pacientes corram riscos desnecessários, como a espera para iniciar o tratamento, ou entrem em contato com quem tem outras doenças.

Em cada plantão, dois médicos ficam responsáveis por recepcionar e atender pacientes com doenças respiratórias. Esses médicos não atendem outros casos: eles são exclusivos para identificar e dar encaminhamento aos suspeitos de covid-19.

O hospital também comprou novos respiradores mecânicos e reforçou o sistema de desinfecção de ambientes com radiação ultravioleta. A emissão de raios ultravioleta destrói bactérias, fungos e vírus, mantendo o ambiente livre desses micro-organismos.

A tecnologia é utilizada em maçanetas, barras de apoio, controles remotos e outros itens ao alcance das mãos dos pacientes. Os equipamentos de proteção individual (EPIs) também recebem a radiação para reforçar a segurança dos colaboradores.

Leia também

Coronavírus: saiba como se proteger e reduzir os riscos de contaminação

Hospital Presidente tem protocolo especial para casos de covid-19

O Hospital Presidente fica na Av. Nova Cantareira, bem próximo à estação de metrô Tucuruvi. Para informações, ligue (11) 2261-6611.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *