fbpx

Quer viver mais e melhor? Vá dormir!

dormir bem

Uma boa noite de sono ajuda a equilibrar todos os sistemas do organismo.

Você sabia que o sono é o grande responsável por equilibrar todos os sistemas do organismo? A circulação, a digestão, a memória e o aprendizado seriam quase impossíveis sem a ação do sono. É por isso que não dá para ter boa saúde sem dormir bem. Entenda, neste texto, como o sono ajuda a viver mais e melhor.

Durante o dia, o corpo está muito ocupado, trabalhando para que você tenha saúde, qualidade de vida e possa realizar todas as suas atividades, mas, à noite, enquanto você dorme, é hora de produzir hormônios, sintetizar proteínas e renovar células e tecidos. Você descansa, mas o corpo segue trabalhando, especialmente durante o sono profundo, quando as ondas cerebrais diminuem.

As fases do sono

O sono acontece em etapas. A primeira é quando estamos adormecendo, no limiar da consciência. O corpo começa a relaxar e a respiração fica mais lenta. O sono leve começa na segunda fase, levando à diminuição da temperatura e dos batimentos cardíacos. Na terceira fase, as ondas cerebrais diminuem a atividade e o organismo começa a produzir hormônios e a renovação celular. Há ainda uma última fase, quando o cérebro volta a acelerar e sonhamos. Nesse momento, ocorre uma faxina na memória, para manter só o que é importante e consolidar o aprendizado.

Benefícios do sono

Ajuda a controlar o peso – é durante a noite que o corpo produz leptina, um hormônio associado à sensação de saciedade. Se a produção de leptina é baixa, a pessoa tende a comer mais, especialmente alimentos calóricos, e acaba engordando durante o dia, elevando o risco de obesidade. Além disso, para produzir hormônios e sintetizar proteínas, o corpo gasta energia durante o sono e busca essa energia justamente “no excesso” de calorias ingeridas no dia e nos depósitos de gordura no corpo. Pode-se dizer que é verdade que se queimam gordurinhas dormindo.

Melhora o desempenho físico – o hormônio do crescimento começa a ser produzido aproximadamente 30 minutos depois de adormecermos. E não pense que só as crianças precisam dele. Na verdade, esse hormônio é o responsável pelo tônus muscular, elevando a performance nas atividades físicas. Evita ainda o acúmulo de gordura e a osteoporose. É indispensável para todas as idades.

Aumenta a produtividade intelectual – a falta de sono provoca sonolência diurna, irritabilidade, fadiga e dificuldade de concentração e absorção de novas informações. Impossível ter um dia produtivo no trabalho ou bom desempenho na escola depois de uma noite mal dormida. É durante a noite que são metabolizadas as proteínas responsáveis pelas conexões neurais, aumentando a capacidade de memória e aprendizado.

Cuidado: o estresse do trabalho pode levar a comportamentos de risco, como o cigarro e o abuso de álcool e drogas. As pessoas que dormem pouco ou mal também têm mais chances de sofrer acidentes de trabalho e trânsito.

Protege o sistema circulatório – não dormir aumenta a produção de adrenalina, criando um ciclo contínuo de estresse, que pode elevar a pressão arterial. O diabetes tipo 2 é outra ameaça para os insones. Sem dormir, o corpo desenvolve resistência à insulina e não consegue regularizar o índice glicêmico, elevando o risco da doença. Se você é diabético, o risco é ainda maior: você pode desenvolver as consequências mais graves, como AVC e infarto. Já dormir de seis a oito horas por noite protege das doenças cardíacas. É que o coração fica protegido, porque o corpo consegue realizar todos os processos metabólicos necessários durante a noite.

Deixa a pele mais bonita – sim, o sono da beleza existe. Dormir bem favorece a renovação celular, que se traduz em uma pele mais bonita e uma aparência descansada. Também é verdade que dormir bem ajuda a viver mais e melhor. Quando as noites mal dormidas vão se acumulando, deixam o corpo estressado, desgastando o organismo. O resultado é menos saúde e mais doenças, o que diminui a longevidade e a qualidade de vida.

 

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *