fbpx

Dezembro laranja: câncer de pele x protetor solar

câncer de pele

Proteção pode evitar o tipo de câncer mais comum no mundo, mas ainda há dúvidas sobre o uso correto

A pele é o maior órgão do nosso corpo. Talvez por isso o câncer de pele seja o mais comum entre todas as populações.  O Ministério da Saúde estima mais de 170 mil novos casos a cada ano, só aqui no Brasil. Observar a pele e usar protetor solar são duas medidas simples, que podem salvar muitas vidas. Mas é preciso entender como o protetor solar funciona para se proteger de verdade. Saiba como aqui.

 

O protetor solar é um item que ainda não faz parte da rotina de todas as pessoas. A Sociedade Brasileira de Dermatologia estima que apenas que 30% das pessoas usem o protetor diariamente. Isso é um perigo, porque o câncer de pele é o tipo de tumor maligno mais comum no mundo. E a principal causa é exatamente a exposição excessiva ao sol sem proteção.

A campanha Dezembro Laranja quer conscientizar as pessoas sobre a importância da proteção para prevenir o câncer de pele. Para apoiar esta iniciativa, o Hospital Presidente esclarece algumas dúvidas comuns sobre o protetor solar.

 

O protetor solar é mesmo necessário?

Sim, o protetor solar é indispensável. A proteção física, com o uso de chapéus e roupas de mangas compridas, não impede 100% a absorção dos raios UVA e UVB. Mesmo em casa, a luz visível das lâmpadas e das telas da TV e do computador também é agressiva.  A radiação consegue romper as fibras de colágeno, alterando o DNA das células. O resultado são manchas, aceleração do envelhecimento cutâneo  e maior risco de câncer de pele.

 

A diferença entre os fatores de proteção é significativa?

A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda o uso de um produto com fator de proteção no mínimo 30. Significa que a pele estará 30 vezes mais protegida do que se estivesse sem o protetor. Peles sensíveis ou muito claras devem usar fator de proteção mais alto. O ideal é seguir a orientação do seu dermatologista. Ele é o melhor profissional para avaliar a sensibilidade da sua pele e recomendar o protetor solar mais adequado para você.

 

Como aplicar corretamente?

É preciso aplicar uma camada uniforme de 1 mm de espessura. Uma colher de chá é o suficiente para proteger rosto, pescoço e orelhas. Mas é importante lembrar que todas as áreas do corpo expostas ao sol devem ser protegidas. Não se esqueça das mãos, dos pés e também dos lábios.

Ainda é importante lembrar que, após o contato com a água e com o suor, o protetor perde 50% a sua eficácia. Por isso, é recomendável reaplicar a cada quatro horas, em ambiente fechado, como o interior da casa. Se estiver ao ar livre, o ideal é repetir a aplicação a cada duas horas.

Limpar e enxugar bem a pele antes de passar o protetor solar é fundamental para garantir a eficácia do produto.  Essa dica vale também para a hora de reaplicar. Importante ainda usar o protetor 30 minutos antes de se expor ao sol. É que a pele precisa absorver o produto para estar realmente protegida.

 

Todos podem usar protetor solar?

Sim, todos devem usar protetor solar diariamente. A pele negra contém mais melanina, que é um protetor natural, mas ainda assim precisa de proteção.

A exceção é apenas para os bebês com menos de seis meses. Estes devem tomar banho de sol sempre até às 10 horas da manhã e evitar a exposição solar depois.

 

Posso substituir o protetor solar por produtos multifuncionais, como base com fps?

Não, porque o fator de proteção desses produtos é muito pequeno. Adotar um protetor solar com cor é uma boa solução para a maquiagem e para o dia a dia. A cor funciona como uma barreira a mais contra a radiação UVA e UVB.

 

O protetor solar bloqueia a absorção de Vitamina D?

Não há um consenso sobre esse ponto. Fato é que bastam apenas 10 minutos de exposição diária para a síntese da vitamina D. Ou seja, mesmo usando protetor solar diariamente você não terá deficiência dessa vitamina.

 

Se você perceber qualquer alteração na sua pele, como manchas irregulares ou mesmo na textura e coloração, busque orientação médica imediata. O Hospital Presidente é referência no atendimento médico e hospitalar na Zona Norte. Para agendar uma consulta é só ligar para (11) 2261-6611, ramal 1085, e falar com a Ana Paula. Você pode ainda enviar um e-mail para [email protected].

 

Leia também

Como escolher o protetor solar ideal para sua pele?

Câncer de pele: prevenção e diagnóstico precoce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *