fbpx

Alimentação saudável é a chave da saúde

alimentação saudável

Alimentação saudável afasta doenças, fortalece o sistema imunológico, embeleza e ganha cada vez mais adeptos.

 

Todo mundo sabe que uma alimentação saudável, equilibrada e exercícios são a chave para a boa saúde, mas você sabe o que é comer bem de verdade? Neste texto vamos apresentar os alimentos que não podem faltar no seu prato.

 

Não é à toa que cada vez mais pessoas se preocupam com o que colocam na mesa. Os alimentos têm o poder de afastar as doenças e trazer disposição para as tarefas do dia a dia. A beleza também agradece: uma alimentação balanceada embeleza pele, cabelos e unhas. E ainda tem o sistema imunológico, que ganha reforço contra os agentes infecciosos com um simples prato bem colorido.

Mas, atenção: alimentação saudável é aquela que garante refeições completas. As dietas restritivas, que excluem carboidratos ou outros grupos alimentares, são um risco. Podem até funcionar rapidamente, se a intenção for perder peso, mas logo o corpo se desequilibra pela falta de nutrientes.

 

É difícil ter uma alimentação saudável?

Não é difícil manter uma alimentação saudável. Comece fazendo de cinco a seis refeições por dia. Fracionar a alimentação é uma boa dica para não sobrecarregar o sistema digestivo. Você vai se sentir mais leve e com mais disposição.

As refeições principais devem ser completas. O prato precisa incluir um carboidrato, como massa ou arroz, uma leguminosa, como feijão ou lentilha, e uma porção de proteína de 120 g. Vale carne branca ou vermelha, desde que sem gordura. E aí vem a dica mais importante: colorir o prato com legumes e verduras. Quanto mais cores, mais vitaminas e sais minerais.

Para o café da manhã, a ceia e os lanchinhos da tarde as frutas são a melhor opção. Vale apostar também no leite e derivados, são uma excelente fonte de proteína, principalmente se você optar pelo queijo branco, a ricota e o iogurte. Outra boa escolha são os alimentos integrais. É fácil encontrar as versões integrais do pão, do arroz e do macarrão em qualquer supermercado. Trazem mais saciedade e ajudam o sistema digestivo.

 

Dicas para economizar

A dica mais importante é dar preferência para os alimentos da época. Eles não só terão um custo menor como ainda mais qualidade durante a safra.

A feira livre também é ótima para economizar. Os alimentos são mais frescos e vão durar mais na geladeira. Só não vale comprar exageradamente. Quanto mais frescos, mais nutrientes. E tem um segredinho: a feira tem muito mais variedade e opções do que o supermercado e o sacolão. Teste novos sabores e texturas.

Já os orgânicos têm, sim, um custo mais alto. Vale a pena se você quer se livrar dos agrotóxicos e pesticidas indispensáveis às grandes lavouras. O sabor também é mais pronunciado, mas, em relação à oferta de sais minerais e vitaminas, não há grande diferença. Você pode se alimentar muito bem mesmo que não possa pagar por alimentos orgânicos.

 

Comida de verdade

Comida de verdade é a refeição completa com todos os nutrientes. Isso inclui todos os alimentos frescos e integrais. É melhor evitar os produtos industrializados, os embutidos e fast food.

Os alimentos ultraprocessados, como aquela lasanha congelada inocente, são ricos em sódio e conservantes. O mesmo vale para os temperos prontos e os caldos de carne ou legumes em cubinhos. Tire-os do cardápio, especialmente se você precisa controlar a pressão arterial. Os temperos naturais como o alho, a cebola e uma infinidade de ervas frescas são opções mais saudáveis. Trazem sabor e ainda enriquecem as refeições com uma dose extra de sais minerais e vitaminas.

A gordura poli-insaturada é uma inimiga da boa alimentação. Seu excesso pode se acumular nas artérias e até nos órgãos vitais. Dispense a gordurinha do bife, a batata frita e a coxinha, mas não esqueça de que a gordura também é um alimento vital. Opte pelas versões mais saudáveis, como o azeite e o abacate. A manteiga também é mais saudável do que a margarina, esta é rica em gordura hidrogenada, também perigosa para a saúde do coração.

 

Receita saudável

Tem gente que acha iogurte natural um pouco sem graça. Experimente incluir uma ou duas frutas da sua preferência. Maçã é uma boa opção para trazer textura. Acrescentar uma ou duas colheres de aveia ou farelo de aveia, que ajudam a saciar aquela fominha fora de hora. Quer uma dose extra de sabor? Adicione passas, nozes ou outras frutas secas. E se o problema for a vontade de um docinho, opte pelo mel. É um excelente alimento e não deve ser evitado, a menos que você seja diabético.

 

O Hospital Presidente conta com uma equipe de especialistas  altamente capacitada para ajudar você a manter a boa saúde.  Para agendar uma consulta é só ligar para (11) 2261-6611, ramal 1085, com Ana Paula. Você pode ainda enviar um e-mail para [email protected].

 

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *