fbpx

Hipertensão: como anda a sua pressão arterial?

hipertensão

26 de abril é o Dia Nacional da Prevenção e Combate à Hipertensão

Se a resposta for “não sei”, saiba que 50% dos pacientes com hipertensão sequer imaginam que estão doentes. Isso acontece porque essa doença não apresenta sintomas nas fases iniciais. A pressão vai se elevando ao longo dos anos e prejudicando todo o organismo. Quando a pessoa percebe, pode ser tarde demais. Provavelmente, o risco de um infarto ou AVC já é muito alto. No texto a seguir, você encontra cinco respostas para as dúvidas mais comuns sobre a hipertensão.

 

 A Sociedade Brasileira de Cardiologia acredita que 25% dos brasileiros adultos têm hipertensão. A doença é bastante comum e, talvez por isso, as pessoas não deem tanta atenção a ela. Mas, deveriam. Adotar um estilo de vida saudável e controlar a pressão arterial pode reduzir em até 80% os riscos de doenças cardiovasculares.

Se você ainda não aferiu a sua pressão, faça isso agora. O Ministério da Saúde considera boa a pressão 12 x 8 mmHg. Uma pressão arterial superior a 14 x 9 mmHhg já merece atenção. Para ter um resultado mais preciso é importante descansar 15 minutos com as pernas descruzadas antes de fazer a medição. Você também não pode estar com vontade de fazer xixi. E é verdade que algumas bebidas, como chá e café, podem elevar a pressão, assim, evite-as antes da aferição.

Outro grande perigo é acreditar que a sua pressão está normal porque você não sente nada. Infelizmente, os sintomas só surgem quando o organismo não aguenta mais. Essa e outras crendices fazem parte de muitas informações erradas que as pessoas têm sobre hipertensão. Conheça algumas delas a seguir.

 

Minha família tem pressão alta, é normal para nós

Pode ser comum, mas não é normal. A pressão arterial elevada significa que o coração precisa se esforçar mais para levar oxigênio para todo o organismo. Com o passar do tempo, o impacto no organismo é enorme: o músculo cardíaco se cansa, elevando em 42% o risco de infarto. O cérebro e os rins também sofrem. A hereditariedade é um dos principais sintomas de risco para a hipertensão. Se há casos na sua família, não se descuide. Procure avaliação e orientação médica.

 

Eu sou magro e por isso não preciso me preocupar com a minha pressão

Todo mundo precisa se preocupar com a pressão arterial. O controle do peso, principalmente se associado a exercícios e a uma alimentação saudável, é um ótimo aliado na prevenção da doença, mas há outros fatores, como a própria predisposição da pessoa.

A hipertensão também não faz distinção entre homens e mulheres, mas é mais comum entre os afrodescendentes. O Ministério da Saúde recomenda uma avaliação cardiológica pelo menos uma vez na vida adulta.

 

Tenho hipertensão e não posso ficar estressado, preciso da minha cervejinha para relaxar e esquecer os problemas

Uma cervejinha, uma taça de vinho ou até 50 ml de bebidas destiladas são permitidos. Mas, cuidado: o abuso do álcool é outro fator de risco para o desenvolvimento da hipertensão. É preciso encontrar outras formas para administrar o estresse, como praticar esportes, por exemplo.

 

Minha pressão está um pouco alta, mas, não preciso me preocupar muito, porque é só reduzir o sal da comida

Reduzir o sal da alimentação é uma atitude muito importante, mas atenção para o sal invisível que está nos alimentos industrializados como temperos, pratos prontos ou congelados e até embutidos. Além de reduzir o sal é preciso aumentar o consumo de frutas, verduras, legumes e proteínas magras. O controle do colesterol também ajuda a manter a pressão controlada.

 

Não posso fazer exercícios porque tenho pressão alta

Muito pelo contrário. Os exercícios de alto impacto realmente precisam de mais atenção porque podem exigir muito esforço do coração. O exercício mais “amigo do coração” e mais recomendado pelos especialistas para começar a deixar o sedentarismo é a caminhada. Pode ser praticada em qualquer lugar e você pode começar devagar. Experimente 20 minutos na primeira semana e, se sentir-se bem, aumente 5 minutos a cada semana até completar 1 hora.

 

Se você ainda não mediu sua pressão arterial ou avaliou a saúde do seu coração, saiba que é hora de fazer isso. O Hospital Presidente conta com uma equipe de cardiologistas altamente capacitada. Para agendar uma consulta é só ligar para a Ana Paula no telefone (11) 2261-6611, ramal 1085, ou enviar e-mail para [email protected].

 

Leia mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *