8 de Julho – Dia Mundial da Alergia

Compartilhar:

O Dia Mundial da Alergia, celebrado em 8 de julho, é uma data importante que visa conscientizar e alertar sobre uma das doenças mais comuns no mundo: a alergia. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a alergia é uma reação exagerada do sistema imunológico a várias substâncias presentes no ambiente.

 

Existem diferentes tipos de alergias, cada uma com suas causas e sintomas específicos. As alergias respiratórias são desencadeadas por fatores como ácaros, pelos de animais de estimação, fungos presentes no mofo e pólen de flores. É importante ressaltar que a alergia não é causada propriamente por pelos de animais, mas sim pelas proteínas presentes nas glândulas sudoríparas, salivares e sebáceas, que aderem ao pelo e causam reações quando inaladas.

Para controlar as alergias respiratórias, é fundamental adotar estratégias de controle do ambiente. Por exemplo, o uso de capas impermeáveis em colchões e travesseiros ajuda a reduzir a exposição aos ácaros, que têm seu principal reservatório na cama. Recomenda-se, ainda,  evitar que os animais de estimação entrem nos quartos e que recebam banhos frequentes.

As alergias alimentares também são comuns e podem ser desencadeadas por alimentos como leite de vaca, ovo, trigo, soja, amendoim, camarão, frutos do mar, nozes e castanhas, devido a certas proteínas presentes nestes alimentos. Em casos de alergia alimentar, a exclusão do alimento causador da reação é uma das formas de prevenção e tratamento. Por exemplo, se uma pessoa teve uma reação alérgica ao camarão e isso foi comprovado como a causa, a exclusão desse alimento da dieta resolverá o problema.

As picadas de insetos, como abelhas, vespas, marimbondos e formigas, podem causar reações alérgicas graves em algumas pessoas devido às substâncias liberadas durante a picada. Para esses casos, existe o tratamento com imunoterapia, por meio de vacinas para alergia. Atualmente, existem vacinas subcutâneas e sublinguais que visam dessensibilizar a pessoa ao componente alergênico.

Certos medicamentos, como antiinflamatórios, analgésicos, antibióticos e até mesmo vacinas, também podem desencadear reações alérgicas em algumas pessoas. É importante realizar testes para identificar quais medicamentos podem causar essas reações e orientar os pacientes sobre quais podem ou não podem ser utilizados.

As alergias também podem afetar a pele, manifestando-se por meio de sintomas como urticária, inchaço e vermelhidão. A dermatite atópica é um exemplo de alergia cutânea que causa coceira intensa e pode levar à formação de lesões na pele. Ela pode ser causada por ácaros, alimentos ou infecções bacterianas locais. Já a dermatite de contato é uma alergia cutânea causada por metais e produtos químicos

Caminhos e dicas para prevenção de alergias 

A prevenção das alergias envolve uma combinação de medidas para reduzir a exposição a substâncias alergênicas e fortalecer o sistema imunológico. Aqui estão algumas estratégias que podem ajudar a prevenir alergias:

  • Controle do ambiente: Identifique os alérgenos aos quais você é sensível e tome medidas para reduzir sua presença no ambiente. Isso pode incluir o uso de capas impermeáveis para colchões e travesseiros para evitar ácaros, manter uma boa ventilação para prevenir o mofo, manter a casa limpa e livre de poeira, e evitar o acúmulo de pelos de animais de estimação.
  • Evite exposição a alérgenos conhecidos: Se você sabe que tem alergia a certos alimentos, medicamentos, venenos de insetos ou substâncias químicas, evite-os completamente. Leia os rótulos dos produtos e verifique os ingredientes para evitar exposição acidental.
  • Alimentação saudável: Uma alimentação equilibrada, rica em frutas, legumes, grãos integrais e proteínas magras, pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico e reduzir o risco de alergias. Evite alimentos processados, ricos em aditivos químicos e corantes.
  • Amamentação: O aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico do bebê e reduzir o risco de alergias futuras.
  • Evite o tabagismo: Evite fumar e a exposição ao fumo passivo, pois o tabagismo pode aumentar o risco de desenvolver alergias respiratórias, como a asma.
  • Higiene pessoal: Mantenha uma boa higiene pessoal para evitar a exposição a substâncias alergênicas. Lave as mãos regularmente, especialmente antes de comer, e tome banho após exposição a alérgenos, como pólen ou pelos de animais.
  • Fortaleça o sistema imunológico: Mantenha um estilo de vida saudável, com atividade física regular, sono adequado e controle do estresse. Isso pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico e reduzir a resposta alérgica.

 

Tratamento de Alergia no Hospital Presidente: Agende sua consulta com um médico Otorrinolaringologista hoje mesmo! 

Você sofre com alergias e está em busca de um tratamento eficaz para aliviar seus sintomas? O Hospital Presidente é o lugar certo para você! Nossa equipe médica altamente qualificada está pronta para oferecer o cuidado e o tratamento especializado que você merece.

As alergias podem afetar significativamente sua qualidade de vida, causando desconforto, irritação e até mesmo interferindo nas atividades diárias. É essencial buscar ajuda profissional para identificar as causas e encontrar as melhores soluções para controlar e prevenir reações alérgicas.

Ao agendar uma consulta com um médico Otorrinolaringologista do Hospital Presidente, você receberá um atendimento personalizado, baseado em um diagnóstico preciso e nas melhores práticas médicas. Nossos especialistas estão atualizados com as últimas pesquisas e técnicas avançadas para oferecer o tratamento mais adequado às suas necessidades.

Nossa abordagem é focada em encontrar soluções efetivas para aliviar seus sintomas alérgicos. Desde alergias respiratórias, como rinite e sinusite, até alergias alimentares, cutâneas e a medicamentos, estamos preparados para ajudá-lo em todas as áreas.

No Hospital Presidente, valorizamos o bem-estar de nossos pacientes e nos esforçamos para proporcionar um ambiente acolhedor e seguro. Nossas instalações são modernas e equipadas com tecnologia de ponta, garantindo que você receba o melhor tratamento possível.

Não deixe que as alergias limitem sua vida. Agende uma consulta com um médico Otorrinolaringologista do Hospital Presidente hoje mesmo e dê o primeiro passo para um futuro livre de desconforto e restrições. 

Telefone do Hospital Presidente: (11) 2261-6611, ramal 1085, ou envie um e-mail para agendamento@hospitalpresidente.com.br

 

Para saber mais

Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) – https://asbai.org.br/

Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) – https://www.aborlccf.org.br

O Portal da Otorrinolaringologia – https://otorrinoweb.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

vinte + 11 =